A primeira obra de Jeff Koons a gente nunca esquece. Uma mistura saborosa de propaganda, Disney e erotismo. Um artista que transita sem receios, afirmativo. Se algum dia alguém lhe perguntar o que é pós-modernidade, abra uma janela mental para qualquer obra de Jeff Koons que você vai encontrar a resposta.

O outro artista desta inpiração é Romulo Cyriaco, jovem escritor, contamina literatura e cinema. No vídeo linkado abaixo dá para descobrir o que ele chama de entidade de leitura.
120 pedaços de uma só leitura from Romulo Cyriaco on Vimeo.

About these ads